domingo, 1 de fevereiro de 2009

Inconsolável

Últimamente tenho tido visitas das minhas amigas e dos seus bebés, também tenho visitado uma vizinha que teve gémeos. A pesar de ver tanto bebé tenho andando bem e brinco muito com eles. Mas ontem...
Uma amiga minha muito querida telefonou-me para dizer que estava grávida.. Fiquei muito contente por ela, sério que fiquei mas depois de ter desligado o telemovel, fui ao tapeteeeeeeeeeeeeee. Fiquei muito triste por mim e chorei muito. Pois ando nesta luta à 2 anos e todas estas meninas (menos a dos gemeos) engravidaram num espaço de 1,2 e 3 meses! Sinto-me tão frustrada, tão vazia, tão triste, inconsolável...como é que de um momento para outro estamos tão bem e ficamos tão tristes? Porquê? Porque tem que ser assim?
Dia 4 de Fevereiro temos consulta no HUC e dia 9 consulta no GO que também trabalha com a AVA, darei noticias.
Bjs

27 comentários:

PauLLa disse...

Oh linda
Temos que acreditar que a nossa vez tb ha-de chegar!!!
É normal de vez em quando irmo-nos abaixo...
Nao somos de ferro e as vezes caimos...
Mas força e toca a ficar de pé outra vez...
E boa sorte nas proximas consultas
bj gdd

Isa disse...

Olá amiga...
Como eu te compreendo! Uma amiga minha teve um bebé há pouco tempo e ainda não consegui ir visitá-la. Sinto-me tão mal por isso... mas sei que ainda não estou preparada.

No dia em que tudo aconteceu voltei para casa com uma sensação de vazio enorme e por coincidência a minha vizinha de baixo voltou para casa com o seu bebé. Ouço-o chorar todas as noites (e já passaram meses!) e todas as noites as lágrimas invadem os meus olhos por não o ter o meu ao meu lado. Parece tortura!
Beijo enorme

Babisonho disse...

o caminho é dificil, e pensamos que nunca chegará a nossa vez, e que a espera é interminável... mas como vemos pessoas que como nos ja lutaram muito e ao fim de bastante tempo conseguiram, com certeza connosco tambem será igual.
acredita linda, é dificil mas a nossa vez tambem chegara,
beijos e boa semana

Drikas disse...

Então amiga?? O que é que combinamos para este ano? Os nossos gemeos estão a chegar, o problema é que as nossas cegonhas são mais lentas.. (devem ser gordinhas!) Bjokinhas grandes

klaudinha disse...

Amiga... saudades...
O vosso dia irá chegar!!!
E brevemente!!

beijocas

*Anita* disse...

Oh amiga... Não fiques triste... Eu entendo o que sentes... Sei que não ficaste triste por a tua amiga ficar gravida mas sim por tu nao conseguires... Mas nao fiques... O vosso positivo vai chegar!! Não percas as esperanças para não perderes as forças para lutares pelo vosso sonho! :))Força amiga!!
Bjitos grandes. Catarina e Ana Maria

Susana Pina disse...

Como te compreendo amiga...temos que arranjar forças nem sabes bem onde.
Um enorme bj e um xi apertadinho~Susana

Lina disse...

Entao Linda??? Não gosto de te ver assim, embora eu saiba perfeitamente o que sentiste ... Tb por lá passei e passo muitas vezes! Mas concordo com a Drikas. As nossas cegonhas são mais gordinhas e por isso não voam tão rápido. mas como diz o ditado: devagar se vai ao longe...
Beijinhos e anima-te.

Vânia disse...

Imagino o qt deve custar!!!
Mas tesn q ter fe q tudo se vai resolver pelo melhor...e o teu dia vai chegar.

jinhos

Serões da Inês disse...

Olá amiga,
é natural que te vás a baixo, mas a única coisa que te possa dizer é que ganhes forças novamente e que voltes a colocar um sorriso nos lábios.
Beijinho
Inês

Sofia P. disse...

Amiga, infelizmente todas passamos por isso, a pior que eu me lembro estiva a chorar 2 dias quase sem parar, era a ultima amiga que ainda não tinha engravidado, desde aí fiquei eu a unica sem filhos.
Mas adiante....
Desejo que estas consultas te tragam uma nova esperança.
Muitos beijinhos
Sofia

Ana Sofia disse...

O amiginha como eu te entendo, so posso dizer k tenhas (tanhamos )força muita força...

beijinhos xeios de mimo
ana

tais disse...

Oi flor
Sei bem como é isso e te entendo ...
Nao temos inveja de ninguem pelo contrario ficamos muito felizes por todas as novas mamaes...
mas nos perguntamos muito o pq de nao ser tao facil assim para nos ,o que temos de diferente ne?
MAS ESTOU COMEÇANDO A ACREDITAR QUE SOMOS ESPECIAS..SOMOS FORTES E PODEMOSS PASSAR POR ISSO COM LOUVOR ...
Amiga fique bem ...
bjs

Karochinha disse...

Olá Angel,
Já li este teu post uma dúzia de vezes. Quando parece que a nossa vida retorna à normalidade é que os apercebemos que tudo o que precisamos para sermos normais ainda não veio, ainda não chegou.
Também concordo com a Lina e com a Drikas, eu também vou ter um casalinho de gémeos, já estão encomendados, deve haver uma lista de espera enorme e como são dois, as cegonhas vêm-se aflitas...:)Dá uma certa inveja da sorte de algumas mulheres.
Beijocas cheias de força e apoio.

Filipa disse...

Linda, deixo-te aqui um beijinho e um abraço muito apertadinho!!

Cakuxa disse...

Ohhhhh amiga linda, somos mesmo todas iguais, e é tão normal termos todas esses sentimentos, nós só queremos também viver a 100% essa alegria e tu, infelizmente, já sofreste muito, mas tenho a certeza que um dia vais ser muito feliz com o teu filhote!

Estou contigo!

Mil beijinhos

susie disse...

Olá. Cheguei até aqui andando de blog em blog.
Tb ando atrás do meu sonho, ser Mãe.
Quando vi o teu post, identifiquei-me tanto com o que escreveste....
Tb me custa ver as minhas amigas com os seus bebes, apesar de ficar super contentes por elas, claro.
E quando soube que a minha cunhada ficou grávida logo à primeira tentativa, em imaginas como fiquei.
É que depois ainda tem a lata de dizer que não queria para já, que estava a tentar, mas que não contava que fosse já....enfim...
Mas temos que ser fortes...
Boa sorte e beijinhos

http://susel.blogs.sapo.pt

:) disse...

GO?! Garcia de Orta?! Trabalha com a Ava?! Explica lá isso!!!!!

Mas tu és da Margem Sul? És minha vizinha?!!??!

:) disse...

Oh, Angel, ainda vim atrás para te dizer que não deves ficar assim... Olha, na passagem de ano de 2006 para 2007 contámos aos 2 casais mais nossos amigos que andávamos atentar há uma série de tempo e nada. Cada um deles começou a tentar e uns engravidaram 1 mês depois e outros 3 meses depois! Agora têm duas meninas lindas :)
Sei o que dói... mas não te deixes afectar por cima. Nada de ir ao tapete. A não ser que seja para "coiso e tal"! Loooool Anima-te!!!! Já engravidaste um dia, podes voltar (e vais!) engravidar outra vez.
Olha para mim, que nunca consegui sequer uma "amostra" de positivo... as minhas betas deram sempre valores mínimos... nunca chegou a haver implanmtação :(
Força, amiga. És linda e forte. E vais conseguir. É uma questão de tentativas :) vais ver :)
Kiss

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá querida Angel, calma, o teu dia irá chegar, tenho a certeza. Por vezes, e não te sei explicar porquê, temos que aguardar pela nossa benção. Mas ela não tardará. Nunca esmoreças, linda!
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Ruby disse...

Olá,
por vezes sentimo-nos mesmo assim, tristes , desiludidas, mas acredita que um dia ha-des tb conseguir, era assim que eu pensava.

Desejo-te boa sorte para a consulta de amanha.

bjs

Mar disse...

Então, miúda? O que é isso??? Vamos lá animar e pensar no melhor. Força. Beijinhos.

:) disse...

4 de Fevereiro é já amanhã!!!! :) Boa sorte :) Fico a torcer :)

Belit@ disse...

Minha linda, estás proibida de ir ao tapete, ficar KO.
Ai ai!
Continua a visitar esses bébés que isso é saudável e só te ajuda, acredita :)
Dediquei-te um miminho no meu blog.

Beijoca

Lita disse...

Sei tão bem o que sentiste!
Também eu, de vez em quando, desabo assim.
Fico sempre com um sentimento terrível a seguir, como se fosse a maior invejosa do mundo e isso me torna-se ainda mais indigna da maternidade que é o que mais desejo!

Amiga, sabes porque passamos por isto?! Porque somos humanas e porque sofremos com a ausência do filho que desejamos tanto e amamos tanto, mesmo quando ainda não o temos! É por isso que passamos por momentos de queda e de desânimo!
E esse sentimento, não é inveja nem é indigno. É simplesmente o sentimento de uma mulher/mãe que deseja acima de tudo ter o seu filho e continua com os braços vazios!

Se essas amigas que que engravidam quando querem e têm os filhos que querem, se vissem na nossa situação, sentiriam os mesmos sentimentos turbulentos de alegria pela outra e de tristeza pela sua própria situação.

Temos que acreditar que, o nosso dia vai chegar! Desejo-te muita sorte e que a cegonha volte a bater-te à porta rapidamente!

Beijinhos grandes
Lita

eu mesma! disse...

logo no dia k trocamos sms's axo eu..... bom linda eu esperei 2 anos... ou 4 depende da perspectiva.. há 4 que não tomava a pilula e nunca nos privamos e nunca aconteceu... nem abortos... isso é que me fazia confusão e pensamos milhentas vezes que se nem sequer havia uma gravidez mal sucessida eu nunca ia engravidar e agora tenho um Diogo de 4 meses... nós já estavamos na fase do desistir... do paciencia.... do deixa andar .. mais o meu marido... eu axei que ia acontecer quando menos esperaa-se.
beijinhos querida

Dri disse...

olá... tomei cohecimento do teu blog através da Filipa... a tua história (bem como a de muitas mulheres inférteis) taca-me fundo... tenho uma irmã que também tinha o sonho de engravidar... a ela, esta possibilidade foi totalmente vetada... diabética desde os 15 anos e com um estado de saúde decadente em consequencia da diabetes (faz diálise 3x p semana), ela não pode MESMO engravidar. em 2004, p um destes desígnios de Deus (e descuido meu)engravidei... foi qdo ela soube que não poderia engravidar... o meu mundo ruiu... como é q a vida poderia ser tão injusta? como é que poderia haver um Deus (acredito em Deus... apesar de td) com um sentido de humor tão sarcástico? eu nunca pensei em ter filhos, nunca quis... o meu marido não é nem de longe a figura paternal que eu sonhava para um filho. e... de repente... dizem-me... estás grávida. qdo a minha irmã ligou-me a dizer q não poderia ter filhos... armei-me em corajosa, com as lágrimas a escorrerem pela minha cara... e disse - lhe q não se preocupasse... eu dar-lhe-ia o filho q carregava no meu ventre... amo a minha irmã mais q td... a sua dor e o seu sofriemnto também são meus. e dar-lhe-ia o meu bebé para que ela pudesse realizar o seu sonho. infelizmente a vida pregou-nos mais uma partida e ela começou a fazer a diálise... 3 x p semana tem q estar numa cama de hospital ligada a uma máquina para que seja feita a limpeza do seu sangue... isto inviabilizava a minha decisão... como poderia ela tomar conta de um bebé se nem mesmo tem saúde p cuidar dela? o nosso pai chamou-me a atenção p este facto... estaria eu a ser tão egoísta q não pensava na minha irmã a ponto de sobrecarregá-la com mais uma responsabilidade? o tempo foi passando e o bebé era uma menina linda que amo do fundo do meu coração... em homenagem à minha irmã dei-lhe o nome de Catarina (era esse o nome q o meu pai queria p a minha mana e chamou-a sempre assim até ela fazer 15 anos). a Catarina aind anão é baptizada, mas os padrinhos são, óbviamente, a minh mana e o meu cunhado. nas férias de natal e de verão, geralmente passamos c eles... foi a maneira q encontrámos de fazer com q eles estejam c a Catarina, q participem na sua educação, na formação da sua personalidade, na sua vida... eles costumam brincar c a situação e dizem q ela é a filha deles q está a ter uma educação mt avançada e precisa do espaço dela p crescer... e q eu apenas cuido dela p eles... sei q no fundo eles sofrem c isso... ao olhar p ela, têm sempre os olhos cheios de amor... carinho... qdo vêem outra criança lembram primeiro da Catarina... ela tornou-se o centro das nossas vidas...
p isso entendo o teu sofrimento... mas não desistas. vais conseguir... qdo menos esperares, estarás a viver um dos momentos mais maravilhosos da vida de uma mulher... mas se tiveres que chorar algumas vezes... não é vergonha nenhuma...
desejo-te uma semana feliz e a passo e passo, conseguirás atingir os teus objectivos... um beijo. Adriana